nunojob:~ dscape/08$ echo The Black Sheep

Archive for August, 2008

links for 2008-08-21

Advertisements

Licenciatura antes de Bolonha igual a Mestrado?

Na Universidade do Minho, provavelmente, sim. Quando se perde a esperança em Portugal e nos Portugueses, quando se acha que já ninguém faz nada apenas porque é o que se deve fazer (embora dê trabalho), eis que surge a surpresa.

Por exemplo, a minha prima anda a estudar para ser localizadora está actualmente a perder um ano no quarto da sua licenciatura porque não lhe deram equivalência ao novo curso de Bolonha (3 anos). Se falhar qualquer dos exames será obrigada a fazer essa cadeira para ter a equivalência ao novo curso de 3 anos. Ela deve pensar que a uminho é espectacular. Não é. (Mas a Universidade do Porto anda muito mal Joaninha.. :P)

Mas, pelo menos nos serviços académicos alguém anda a tentar fazer com que isto seja o mais justo possivel para os alunos. E só isso merece um aplauso deste rapaz que já tem um empréstimo de 5000 euros porque a sua bolsa de estudo social foi retirada devido a bolonhices.

E porque acho isto justo? Porque era uma palhaçada em portugal estudar-se 5 anos para se tirar uma licenciatura quando lá fora é sempre 3+2 (USA, UK e Europa pelo menos). Acho muito bem que se deem agora condições especiais aos alunos que tiveram que aturar este aborto chamado licenciatura puderem estar em igualdade com o resto do mundo, sem parecer que fizeram o curso no Bangladesh.

Tendo dito isto, PATAS AO AR! (Paws In The Air for danish retards that visit my blog)

Happy Birthday Anerds

Hey Anders! Here’s a picture of your birthday party at Portugal. Ten people attended and two of them actually know who you are!! How great is that!? :X More pictures will be here as soon as Pedro does the f*cking work :D

Das Leben der Anderen

The Lives of Others, mais um filme a rever. Obrigado Joana pela sugestão (e pelo DVD) ;)

Software português para o computador português

Manifesto o meu total apoio ao apelo do Paulo Vilela.

Sei que somo ingénuos em pensar que pode surtir algum efeito mas hey, hei-de sempre ser ingénuo e acreditar que posso fazer a diferença. Deixo o meu apelo pessoal ao meus amigos que têm a mesma convicção que façam o mesmo.

Aos que dão as risadas do costume, lembro-vos de quantas vezes já fui a piada e quantas vezes me sai a rir. Deixem lá pensar,… O rapaz que queria ser campeão mundial de GP2, o rapaz que queria trabalhar em Sillicon Valley, o rapaz que disse que ia resolver o problema de Bolonha, etc. (Não se faz nada sozinho e em tudo isto precisei da ajuda de muito boa gente, e por isso sinto-me sempre obrigado a agradecer aos que tornaram isto possível.)

Como diriam os meus amigos da B&O:

Courage to constantly question the ordinary

É por isso que os dinamarqueses são um povo com uma mentalidade espectacular. E foi essa a mais importante lição que retirei de lá estar. Sempre fui, ao contrario da maioria do povo portugues, um rapaz ambicioso e certo de si mesmo. Nunca tive problemas em por a barra o mais alto que podia e saltar até passar por cima. E depois passar para a altura seguinte. Nisso eles não tinham muito a dar-me, apesar de também serem muito assim.

A lição foi: Não é só o que podes fazer por ti e pelos teus, mas também como podes melhorar a vida da comunidade em que estas inserido. O valor acrescentado que isso dará a tua vida vai ser surpreendentemente grande. E eu pude compravar por a + b o quanto a diferença é grande quando toda a gente está disposta a sacrificar as parolices do costume em prol de uma comunidade mais justa. E o quanto é melhor não haver crime, nem pedintes, nem degradação humana a cada esquina.

Exemplo: Lá os presidentes da câmara não tem motorista e um Mercedes. Alias é raríssimo quem tenha um Mercedes, devido ao imposto automóvel de 120%. E o facto dos impostos variarem entre 40% e 60% permite que a saúde seja grátis para todos e que não hajam propinas. Alias todos os alunos recebem algo como 600€ mês apenas por estudarem no ensino superior. 85% dos jovens ingressam no ensino superior.

Quando lhes contei que a ambição pessoal do nosso primeiro ministro era trabalhar na Europa e como ele manipulava as estatísticas para o conseguir (até dava exemplos mas é por demais evidente) a cara deles era um misto de surpresa e desprezo por um politico que sendo a principal figura do pais se preocupava mais com a sua carreira que com o desenvolvimento do mesmo.

Então uma pessoa muito importante que estava no jantar (não vou referir quem) contou-me sobre a única vez que trabalhou com Portugueses. Foi no âmbito de um projecto de investigação cientifica financiado pela União Europeia. A certa altura (e isto parece uma anedota) os Dinamarqueses, Holandeses, Italianos e Portugueses tiveram que fornecer a lista de despesas para receberem o financiamento (sendo que este tinha um limite). Os dinamarqueses e os holandeses entregaram algo semelhante apesar dos ordenados dos Dinamarqueses serem ligeiramente superiores. Os Italianos inflacionaram o valor para o dobro. Os portugueses atingiram o limite do financiamento tendo um ordenado base 6 vezes maior que o dos dinamarqueses. Inteligentes? Não minha opinião não. Oportunistas e palhaços, a denegrirem a imagem do pais. Acham que alguma destas pessoas estaria alguma vez interessado em voltar a fazer pesquisa, ou o que quer que fosse, com portugueses? Claro que não.

Mas os indivíduos ficaram cheios de dinheiro, porreiro pá!

Sou um desgraçado..

Depois de descobrir que o Socrates voltou a atacar com mais um patrocinio a Microsoft (ele chama-lhe o plano tecnologico) descobri que existe um rede social para os mais talentosos Portugueses que vivem no estrangeiro (ou pensam nisso, lol) e eu não estou lá. Merda, nem p’ra isso sirvo. Sou mesmo um desgraçado. Opá eu penso nisso TÁ!? :X

Ok, ironias a parte. Mas isto é algum culto? Cientologia dos portugueses? :D Achei um piadão. Fica aqui o link. Olhem e babem-se. Mas não entram o porteiro não deixa entrar ninguém com sapatilhas. Tem o meu voto para projecto mais imbecil do ano. Os meus mais sinceros parabéns.

Agora totalmente off-topic: se querem ver algo estranho (no minimo), podem ver site do Requiem for a Dream.

IBM Data Studio Developer 1.2 Official Release

Foi lançado hoje a nova versão do IBM Data Studio Developer.

Desde que entrei no DB2 Students Group na condição de embaixador tive o privilégio de aprender e mexer com algumas soluções da IBM. Entre o rol de coisas que me agradaram (não vamos falar de coisas tristes, como o IBM_DB adapter para Ruby que na altura estava bastante desactualizado) foram a possibilidade de usar alojar xml nativamente na base de dados. O pureXML com suporte para XQuery foi algo que usei durante o semestre passado em projectos como o Open Source Online Testing System. O facto da LeFevre ter implementado o Mondrian no DB2 também é um ponto a favor para qualquer maluquinho da segurança dos dados. E todos tiveram a oportunidade de ver que implementei o Mondrian no ultimo semestre no âmbito da unidade curricular de criptografia e segurança de sistemas informáticos.

O Data Studio Developer é uma ferramenta para developers que usam DB2. Entre as novidades da nova versão está o suporte para PureQuery e o facto de usar o mesmo tipo de tecnologia de persistencia que a usada no Project Zero. Continuam interessados? Então podem sacar aqui.